Thursday, November 26, 2009

E depois alguém escreve aquilo que tu pensas e não sabias como escrever. And small is tall.

As pessoas são um pacote de circunstâncias, de factos, de contactos, de vivências. As pessoas mudam e moldam-se à vida que têm e comportam-se consoante o grau de amargura ou de felicidade que predomina. As pessoas são as mesmas, na sua essência, mas com variantes no seu desempenho emocional. As pessoas são felizes com umas pessoas, mas não são com outras e isso nota-se. E quando são felizes, florescem, soltam-se, relaxam, deixam para trás a toxicidade passada. Isto é o que costuma acontecer. Quem não percebe estas mutações de sensibilidade terá uma grande debilidade emocional no momento de lidar com as pessoas e as suas pequenas variáveis. Podemos acompanhá-las ou ficar agarrados à pessoa do passado, àquela que agia assim porque se sentia assado, mas isso tem o seu preço – porque não somos os mesmos de ano para ano, de vida para vida. Somos tão felizes quanto podemos ser? Se formos bem resolvidos, assim será.

Escrito por esta senhora.



Para descontrair.

10 comments:

Yashmeen said...

Fico muito contente por ter tocado alguém com este texto.

Abraço e obrigada

Bípede Falante said...

Francis ou Henrique, ou os dois, obrigada pela ponte. O dia está muito difícil, minha cabeça dói quase tanto quanto o peito e, sózinha, eu não estava conseguindo organizar as ideias e os sentimentos.

Anuska said...

Prendermo-nos ao que não nos deixa ser felizes só nos torna infelizes e amargos. Portanto muito bem dito. Beijos para ti e para a autora

Blanche said...

Está muito bem escrito.

opinião própria said...

Gostei muito do texto. O video também é giro.

Mandarina said...

pois, é o se chama, sistematizar aquilo que todos nós sabemos mas que nem sempre é fácil passar para palavras.
certo que todos carregamos um saquinho/sacola/sacão/mala de viagem/contentor onde vamos colocando aquilo de que nos queremos ver livres e, por vezes passamos esse saco à pessoa que está ao nosso lado...para alguns, o peso é incomportável porém, outros há que o levantam com uma ligeireza desarmante!

ainda bem que a maior parte das pessoas passa pelo "momento traumatizante starbucks"!!...fónix!
já posso tirar uma coisa do meu saquinho:)

agora, brilharete, brilharete, sr francis, teria mesmo sido o "bag lady" da badu!;)

Boop said...

Ehehhe
ÀS vezes as palavras atrapalham-nos...
Outras apaziguam-nos. Porque conferem sentido aquili que sentimos.

;)

Nanny said...

Por conta deste teu post fui descobrir a Yashmeen :D

Somos fruto das nossas experiências, das nossas vivências e estamos em constante evolução... mal daqueles que não estão... cristalizaram...

A tua "bolha" está melhorzinha...? hihihi

Beijoquinhas

Constancinha Purinha said...

Constancinha & Carlota têm a honra de convidar V.Exa para a inauguração da casa de chá e maus costumes, que é a nossa.


Cordiais cumprimentos,


Constancinha e Carlota

Ps:esperamo qui tu naum leve à mau morou?nois si inspirou em tu mermo! ;) 2 beijo

Marisa said...

O texto está excelente porque é mesmo o que eu penso e, por isso, se é o que eu penso, é excelente porque o que eu penso é... Sorry, estava a disparatar, o vídeo do café inspirou-me! Mas sim, o post está muito bem escrito e agora com a permissão de Vossa Senhoria, vou ter de "roubar" o vídeo e tenho de ir ali à loja da Yashmeen pedir autorização para colocar o post.

Não está bem andar a roubar coisas das outras lojas mas há pontos de vista que têm de ser mesmo partilhados. E risos também, claro.