Wednesday, November 18, 2009


I'm playing with fire,
And not getting burned....
I may not know what you're going through.
But time is the space,
Between me and you.

48 comments:

Sirigaita said...

Essa descriçao disse tudo.. ;)

Henriqueta said...

Olá !!
Sabes que eu fui fintado, Francis ?
O Fócrates é que tinha razão ...

loirices said...

no label? I miss it.
Vou ficar um pouco mais a ouvir :)

Irritadinha said...

Lindo. Dava um rim para me escreverem isso :)

Sirigaita said...

Irritadinha,mas o rim é teu certo?
O meu ja tem destino!

Sirigaita said...

Irritadinha,mas o rim é teu certo?
O meu ja tem destino!

Irritadinha said...

Claro o rim é meu! Mas dava, por umas palavrinhas desta, dava...

Sirigaita said...

E não são para ti?
Quando li por acaso pensei que sim.

:)

Apple said...

Bonito, France, muito bonito!

Haja chama para brincar...

Irritadinha said...

Pra mim? Claro que não!

Sirigaita said...

Esquece..voltei a dar no tóxico ;) ahhaahahha

Sirigaita said...

Cici pearl Jam rules ;) adoro esta musica pa..

Irritadinha said...

Vê lá se ofereceste, forreta, sumitica! :)

Henriqueta said...

Gosto de concluir que eu é que tinha razão desde o início....

Sirigaita said...

Henriqueta razão em que?

Irritadinha,quantas queres?fogo pa..sabes que mi casa es su casa.

Irritadinha said...

Duas, para o dia de hoje, duas.

Sirigaita said...

quatro que eu tb quero duas.o dia hoje foi violento!
E sai um shot pra nos..a loja tá fechada mas pra nós há sempre bar aberto!hoje é a noite da mulher!!haahahahahaha
Cheers*

Irritadinha said...

O Francis deixa sempre uma garrafa escondida para as clientes habituais.
Bota outro que este escorregou depressa!
Choca o dedo e cheers***

Mandarina said...

hummm...não estou bem a ver como é que isso se faz...playing with fire and not getting burned??...
bullshit!
if you're not getting burned, baby...then it's not fire you're playing with...

Henriqueta said...

Mandarina, PARABÉNS: fizeste o comentário mais inteligente, sábio e pragmático do dia. Foi preciso esperar até às 1.41, mas valeu a pena. A poesia tem destas coisas - em regra não faz qualquer sentido, mas fica bem mandar umas bocas para dar um ar intelectual à coisa.
Imagina que alguns gajos dariam um rim para lhe escrevem umas coisas que nem eles nem ninguém percebe. Calcula o que dariam se lhe escrevessem algo com lógica (por acaso até acho que sei ...)

Pi said...

Nice! picture & words.

Maya said...

Claro que é possível brincar com o fogo e não se queimar. Basta usar um daqueles fatos à prova de fogo. Pffff

Toma lá Henriqueta, Henrique, Henriqueca, whatever. Mesmo ao teu gosto (à malucos dos riso - seca, mas em versão hard)

O tipo está preso na esquadra, todo partido...
O advogado comparece para libertá-lo, e pergunta o que havia acontecido.
O cliente começa a explicar: - Bem, eu estava a passar na rua e de
repente, vi um monte de gente a correr.
Estavam a ajudar uma prostituta, que acabava de dar à luz um lindo
menino em plena rua.
Solidário, comprei um pacote de fraldas para presentear a prostituta.
Ao aproximar-me, um polícia com 2 metros de altura e 3 de largura, viu
o pacote de fraldas nas minhas mãos e perguntou:
- Para onde vai isso?
E eu respondi: - Vai pra puta... que pariu...
Depois disso não me lembro de mais nada, mas já consigo abrir um olho.

Pá, you're always on my mind ...

Irritadinha said...

Maya, a Henriqueca está sensivel porque até hoje ainda não apareceu um dador de cérebro para ela, daí ser um tema sensivel. Temos de aceitar e compreender as dificuldades alheias (e ajudar, como tu fizeste).

Sirigaita said...

hahaahahahahahahahahahahahah

Maya eu adoro-te!
Dá cá mais cinco!

Henriqueta said...

Olá olá ! É pá, que peixeirada que práqui vai. Os meus bébés ficaram ofendidinhos comigo e, à falta de respostas inteligentes, partiram para a ofensa. Quem está sensível são os bébés, não eu. Pensava que voces eram mais fortes e que se aguentavam melhor. Dizem que gostam de homens que as piquem, que lhes façam frente e as provoquem mas depois, quando são provocadas, põem a mão na anca e aqui vai disto !
Em que é que ficamos ?
À cautela, e para evitar mais peixeiradas, vou - à excepção do próximo post - adoptar uma postura mais quiducha e fofinha. Vale ?

Sirigaita said...

Mão na anca?Isso é coisa de boiola.

Irritadinha said...

Henriqueca, fofa querida, amor... olhe é assim eu só por mim posso falar (sabe como são as gajas, e logo a menina que é a rainha delas). Tem toda a razão adoro um homem que me saiba picar (dá-me luta, deixa-me a matutar nele), como ainda não vi nenhum por aqui, vai mão na anca mesmo que não que a querida se sinta num ambiente estranho. É um fofa a menina, já disse que a adoro? Beijão!

Henriqueta said...

Eu sei que me adoras e é recíproco. Tu sabes.

Irritadinha said...

Henriqueca, a menina não seja mentirosa. Convencida, ainda aceito mas mentirosa, não. Pelo menos comigo a menina não tem de fingir, a menina detesta-me e eu adoro isso.

Henriqueta said...

Ai o caraças, então isto aqui não é tudo a fingir ? não posso fingir que a adoro ?

Irritadinha said...

Oh querida, e a menina acha que vale a pena fingir quando ambos sabemos que é mentira? A menina já se anda a morder toda porque não pode falar de futebol, ao menos assuma que me detesta, e se pudesse me espetava alfinetes nos olhos!

Henriqueta said...

já te disse que nutro uma enorme afeição pela tua pessoa, pelo que não percebo as tuas dúvidas perante um tão nobre sentimento. Fosgasse (?), sou ou não quiducho quando quero ?

Irritadinha said...

Lembrei-me da anedota do Pinóquio "mente Pinóquio, mente!" ahahahahah.
Deves ser um querido, fofo, amoroso mas, não é comigo. E não me estragues o dia que eu adoro que tu me detestes (já me estou a repetir).

Henriqueta said...

A anedota não é bem assim ...
I give up.

Irritadinha said...

De anedotas percebes tu, mil perdões... mestre!

Henriqueta said...

Guess what: eu percebo de tudo.

Irritadinha said...

Oh meu Deus... a tua modéstia mata-me!

Henriqueta said...

Agora não posso responder. Estou a ler Floberla Espanca.

francis said...

ahahahahahahahahahahahahahahah

Irritadinha said...

Lê Bocage, a Espanca-me é muito melodramática.

Mandarina said...

não, maya!
com fogo a sério, não há fatinho de amianto que resista!
quer-me parecer, por esse comentário que só estás familiarizada com o lumezinho de um fósforo!
e pfff é a tia!

Henriqueta said...

Mandarina, continuas a ter razão e a escrever muito bem, mas põe-te a pau que ela tem pouco poder e encaixe e responde-te com uma anedota velhinha que nem o La Féria utilizaria ...
Isso do fósforo tá na cara, né ?

Anuska said...

Uiiii esta é bem caliente e insinuante

Mandarina said...

henriqueta, não acredito:)
a maya só me utilizou como trampolim para atingir outras metas!
não foi directamente a mim que respondeu, logo não pode ficar sentida só porque lhe respondo no mesmo tom.
para além disso, eu não falei contigo...logo, também me estás a utilizar como trampolim, e já percebeste que não gosto:)

Maya said...

Pá, pude vir apenas agora ... sim, às vezes chego à festa atrasada, mas sempre a tempo ... É que quando chego, outra festa começa. Ou então faço a festa sozinha. Na boa.

Ora bem, lá vou eu ter de explicar tudo outra vez. Detesto isso.

. Peixeirada pois claro. Façamos de conta que à vezes a loja é uma peixaria. Eu adoro peixarias. Aquela variedade de peixinhos, com todas aquelas corzinhas, escamazinhas brilhantes ... hã? Mão na anca, claro. Queres que as punhamos onde? Nas mamas? (pois querias!)

. Eu tenho um óptimo poder de encaixe. Em todas as posições. Avançado, lateral esquerdo, médio-centro etc todas! Passam-me a bola e eu ó aqui vai ela para a frente. às vezes também remato.

. Esta história do fogo era em sentido metafórico certo? Às vezes não sei para onde me levam ...

. O La Féria deixou-se de Revistas. Agora são adaptações musicais de peças, filmes etc adaptados de obras.

. Ah, eu nunca respondo directamente a ninguém. Mas como não há regra sem excepção ... de quando em vez caio na tentação.

. Quanto ao fósforo - aqueles pauzinhos fininhos e curtinhos com uma cabecinha pequenina? Só se fores tu H. (H. simplesmente - que fino!).

(não me provoquem, que hoje de manhã já me bastou uma húngara ou polaca ou lá o que raio - o que lhe vale é que ela está na Húngria ou na Polónia ou lá o que raio ...)

Obrigada Sirigaita! Eu também me adoro!

Beijos para todos! De língua!

Maya said...

Esqueci-me de dizer que o que o H. anda a ler são as Viagens na Minha Terra do Garret, mas como é um daqueles exemplares em que trocaram as capas dos livros de Garrett e da Sra. D. Florbela Espanca na tipografia, ele anda convencido que a Joaninha dos olhos verdes é da poesia da Sra. D. Florbela Espanca.

Julgas tu que me importa
Quando passas sem me olhar
Lembra-me logo o ditado
Quem desdenha quer comprar.

(ou qualquer coisa do género)

Henrique said...

O amor quando aparece,

Dizem que faz maravilhas.

Ainda não vi que fizesse...

Mais do que filhos e filhas.

Henrique said...

Ficas então a fazer a peixeirada sozinha, porque eu tenho que ir para a "Húngria"