Monday, March 29, 2010

Londres

Já fui vezes sem conta a Londres. Cada vez que lá vou ocorrem dois ou três episódios que me fazem gostar ainda menos do que gostava quando cheguei. Actualmente detesto Londres. A cidade é escura, triste e poluída e os cidadãos são arrogantes, porcos, feios, mal criados e estão cada vez piores. A comida é uma grande merda, as ruas cheiram a fritos, o trânsito infernal e a "noite" (como nós a conhecemos) pura e simplesmente não existe.
Quero ver se não volto lá tão depressa. Odeio aquela merda.

22 comments:

Boop said...

Eheheheh

Nunca fui a Londres mas nunca encontrei descrição que se adequasse mais ao que imagino!
Mas de qq forma acho que devo lá ir um dia.
Ver como é!

Brutus said...

Faz como quiseres, mas não me parece boa ideia. Vens de lá deprimida ...

© said...

adoro londres e sempre que vou lá, nem que seja por dois dias, sinto-me nova... é assim como quem apanha um lufada de ar fresco.

Brutus said...

Do que é que gostas em Londres ?
Quanto à lufada de ar fresco, estamos de acordo: nestes últimos dias apanhei por lá várias ...

Bípede Falante said...

Mas isso é que é detonar com um lugar.

Bípede Falante said...

Mas isso é que é detonar com um lugar.

Abobrinha said...

Finalmente alguém que odeia aquela merda ainda mais que eu! Aleluia!

Francis said...

nem tanto ao mar nem tanto à terra...
Portobello e Camden são uns sitios do caraças...o Tate é muito bom...e Covent Garden faz sempre bem...Bond Street é um must see...
comer em Londres é carissimo...
de resto já lá não vou à 6 anos, por isso, say no more.

Brutus said...

Sei que gostos não se discutem, mas o Tate, onde estive no sábado, é pavoroso. Meio Berardo mete-o no chinelo.
Qt ao resto, respeito a tua opinião, mas eu continuo sem gostar. E pagar 2,25 libras por um cafezito num café de rua é sodomização a sangue frio.
Comes caro e ... MAL !

Sirigaita said...

Num mereces a auga que bebes!!

Sirigaita said...

Brutus nem tinha visto que foste tu a escrever.Pensei que tinha sido o Francis!Eu adoro Londres e se algum dia mudar de terrinha mudo-me para Londres ou Barcelona,onde há vida 24/7!As ruas não são tão limpas como as nossas,as comidas depende do sitio,tal como em Portugal (ok,já sei que a nossa gastronomia é deliciosa e incomparável!)
Quanto á noite,depende do que tu procuras!Londres tem uma quantidade enorme e variada de sitios onde te podes divertir,seja qual for o teu propósito!
Mas enfim,gostos não se discutem!

Eric Blair said...

pôrra, pá; uma das minhas cidades ... deve ser porque já lá não vou há uns tempos ...

Brutus said...

"há vida 24/7!" ???
Um gajo quer jantar às 11 da noite e já não consegue ! se tentares marcar uma mesa para a meia noite, como podes fazer em Lisboa numa data de sitios, pura e simplesmente não consegues.
Aquilo às 11, meia noite está fechado. Os tipos chegam aos bares e pubs por volta das 8/9 com o único objectivo de se embebedarem o mais depressa possível e por volta das 11, meia noite está tudo bêbedo e em casa.
As ruas estão sujas porque não há caixotes de lixo na rua.

Brutus said...

Sirigaita: Barcelona dá 10-0 a Londres, sem se esforçar muito. Qualquer semelhança é pura coincidência ...

Maya said...

Sim, Londres já não é o que era ...
Lisboa é o que está a dar ...

Calíope said...

Eu tb não sou fan de Londres, é uma cidade tão escura e hiper movimentada a qualquer hora: isso a mim faz-me um bocadito de confusão. Mas os museus (e os saldos) far-me-iam lá voltar.

Sirigaita said...

Eu quis dizer 24/7 referindo-me a Barcelona e não Londres!E quanto a isso não há que falar,Barcelona tem sempre vida.Pelo menos quando lá fui,vim cheia dela ;) Enfim,mesmo com alguns defeitos,continuo a gostar de Londres!
No máximo dentro de dois meses conheço a Bélgica,porque ainda não conheço e sinceramente o que eu gosto mesmo é de viajar,venha com opinião positiva ou negativa!Ficar na santa terra é que dispenso!

Brutus said...

Sirigaita, sempre gira. Concordo contigo, mas não acho que haja grande mal em viajar mesmo que seja na santa terra, que tem coisas lindas. Pensar que tudo o que há "lá fora" é bom e tudo o que há cá não presta não me parece um bom princípio. Por exemplo, conheço uma pessoa que no próximo fim de semana vai conhecer o Lago Como mas nunca foi ao Alqueva. A esperança de encontrar o Clooney a comprar o jornal ou a beber um lungo endoidece-as. Há coisas que eu não percebo. Mesmo.

Pulha Garcia said...

Adoro Londres. No ano passado estive lá umas 5 vezes. Em Junho estou lá outra vez e só se não puder é que não fico. Nunca me canso de Londres.

Brutus said...

Pulha, és um gajo com azar na vida :)
É giro reparar que nos comentários positivos relativamente a Londres - tirando uma vaga e fugaz referencia a museus e outra a mercados de rua - ninguém conseguiu referir um único exemplo concreto de algo que goste. Um único exemplozinho de uma coisa boa ou menos má chegava, mas nem isso, temos pena.
Acho que, bem lá no fundo, estamos todos de acordo, aquilo é mesmo pavoroso e os ingleses são um povo detestável em todos os aspectos.

Sirigaita said...

ahahaha oh meu deus!!Longe de mim querer ir viajar para encontrar o Clooney a tomar um cafézinho!Dispenso!Não o conheço nem quero.Prefiro de longe uma exposição de Picasso a um autógrafo num guardanapo.Eu também sei escrever o meu nome ;)
O facto de querer ir "lá para fora" deve-se ao simples facto de gostar de enriquecer a minha cultura geral e valorização pessoal em sitios que não conheço,com pessoas que nunca vi e aprender algo!Simple as that!
Eu gosto muito de Portugal.Tanto que já tirei uns dias de férias propositadamente para percorrer o país de norte a sul.Não sou do tipo de pessoa que diz: portugal não vale nada e o "estrangeiro" é que é bonito!Seria estúpido da minha parte dizer isso,tendo em conta a riqueza cultural que o nosso país possui.
Quanto a Londres,eu acho que não é preciso mencionar sitios em especifico para dizermos que gostamos.Eu gosto de certas pessoas e nunca sei explicar porquê.Simplesmente fascinam-me.

Brutus said...

Noted !
Acho difícil os ingleses ou as inglesas "fascinarem" alguém, mas tá bem.
Se me falassem da Escócia ou da Irlanda, outro galo cantaria.