Wednesday, May 12, 2010

Foi o Pai que nos ensinou ?


Foi o Pai que nos juntou.
Para o bem e para o mal.

E a Mãe não vos ensinou nada ?

11 comments:

loirices said...

:) se tivesse ensinado, se calhar estava um pouquinho melhor :), digo eu.

Francis said...

loirica, pois, as gajas ensinam melhor...os gajos é bola e cerveja...

Storyteller said...

Agora vou armar-me em menina séria, educada em colégio de freiras...
A Santíssima Trindade é, por assim dizer, as três facetas de Deus, representadas pelo Pai, pelo Filho e pelo Espírito Santo. Ou seja, é o conceito da existência de um só Deus, omnipotente, omnisciente e omnipresente, revelado em três pessoas distintas. A Santíssima Trindade é um dogma.

Pai - não foi criado nem gerado; é o princípio e o fim, o alfa e o ómega; está em absoluta comunhão com o Filho e com o Espírito Santo; é a primeira pessoa da Santíssima Trindade; é o pai eterno e perfeito; é o criador do mundo.

Filho - gerado pelo Pai e consubstancial a Ele; encarnou em Jesus Cristo, assumindo a natureza humana; é a segunda pessoa da Santíssima Trindade e é considerado o Filho Eterno com todas as perfeições divinas; é o redentor (salvador) do mundo.

Espírito Santo - não foi criado nem gerado; personaliza o Amor íntimo e infinito de Deus pelos homens; habita no coração dos fiéis e estabelece entre estes e Jesus Cristo uma comunhão, tornando-os unidos num só corpo; é a terceira pessoa da Santíssima Trindade e é considerao como o puro nexo de amor.

E depois da pequena aula de Teologia... siga o disparate!

Nota: sou agnóstica, mas como fui educada num colégio de freiras e tenho uma mãe beata profissional, consegui armazenar estes conhecimentos na amostra de cérebro que possuo.

Francis said...

story, que seria de mim sem ti...

pai, omega é bom para o colestrol, é como os salmões, calhando são representantes divinos do gajo...alfa só quando vou ao Porto.
filho não é o da pomba ? enquanto o carpinteiro josé fazia umas cadeiras, ou isso...demora a muito a voltar ? é que não tarda muito não tem nada para salvar...
espirito santo pensava que era guarde redes do FCPorto.

Storyteller said...

O da pomba é o Espírito Santo!

Francis said...

ah ok...

Boop said...

Eu explico!

O pai represente a alteridade e a autoridade. O que separa do vinculo materno e abre para o desconhecido. É o que permite osimbolo - e o simbólico.

Se pensares foi só com a religião nonotaista que se criou a abstração pura - a escrita como a temos hoje. A existência de um Deus único e não representável. Foi necessário o simbolo.
(se não ainda escreviamos como os egipcios!)
Mãe é imagem!
Pai é simbolo!

O "pai" abre lugar ao pensamento.
Foi um avanço da humanidade. Mesmo que hojenão faça sentido para a maioria.

me. said...

o Pai é que sabe! ;)

Francis said...

boop, até fiquei com dor de cabeça pá...

me. é isso mesmo, pai é pai.

Bípede Falante said...

Esta mãe morreu de desgosto.

Boop said...

Foi assim tão incomppreensivel??
:(