Sunday, October 24, 2010

É um artista português

Viram com toda a certeza as grandes rimas do procurador:

"Os comboios já vão cheios, muitos se levantam cedo, nas mulheres aprecio os seios, mas têm outro enredo"

"Entram uns, saem outros é o frenesim de manhã, levam-se encontrões levo eu e mulher minha"

"Adoro levantar cedo e ter a obrigação cumprida dos falsos tenho medo são o pior que há na vida"

"O ser humano é excepção em qualidade dos animais, quanto mais desumanos são, mais se parecem com esses tais"

"São sete e pouco da manhã, viajo do Metro para o trabalho, fi-lo ontem, farei-o amanhã, só sou aquilo que valho"

Este gajo é o meu herói. Os versos são muito bons mesmo, mas aprecio particularmente o uso da palavra "FAREI-O", pois confirma uma teoria que há muito sustento - alguns procuradores são patéticos e nem português sabem (mal que alastra a muitos juízes).

Já agora, o artista podia fazer umas rimas sobre este tema:





2 comments:

Francis said...

O Pinto Monteiro ?
Este gajo desiludiu-me muito, confesso que tinha esperança que este gajo fizesse algo de jeito.

Pulha Garcia said...

O Pinto Monteiro disse isso? Ficaria um bocado surpreendido. É uma pessoa muito educada de quem tenho a melhor das opiniões.

Francis, para o Pinto Monteiro fazer alguma coisa de jeito seria necessário que as leis fossem melhores. E o mesmo vale para os advogados ... toda a gente se queixa mas tudo o que os advogados invocam é o que vem na lei...