Saturday, October 16, 2010

Grande vencedor do prémio "Só agora é que acordaste, ó palhaço ?"


Sucede que este senhor foi:
• Secretário de Estado Adjunto do Ministro Adjunto e para os Assuntos Parlamentares no X Governo Constitucional
• Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros no XI Governo Constitucional
• Ministro Adjunto no XII Governo Constitucional
• Deputado à Assembleia da República, pelo Circulo Eleitoral de Viana do Castelo, em 1991
• Deputado à Assembleia da República, pelo Circulo Eleitoral de Braga, em 1987 e 1995
• Deputado à Assembleia da República, pelo Circulo Eleitoral de Aveiro, em 1999
• Presidente do Grupo Parlamentar do PSD / VII Legislatura (de 1995 a 1999)
• Presidente da Comissão Parlamentar de Negócios Estrangeiros, Comunidades Portuguesas e Cooperação (VIII Legislatura 1999/2002)
• Deputado à Assembleia da República, pelo Círculo Eleitoral de Aveiro, em 2002
• Presidente da Assembleia Municipal de Oeiras (concelho onde reside), de 1997 a 2005
• Ministro dos Assuntos Parlamentares no XV Governo Constitucional.
• Deputado à Assembleia da República, pelo Circulo Eleitoral de Aveiro, em 2005

E, que se saiba, não fez corno para acabar com o regabofe, até ajudou à festa. Agora, que a nau vai ao fundo, é fácil refilar. Grau de credibilidade ? ZERO

4 comments:

Irritadinha said...

Ele não esteve lá para acabar com o regabofe, esteve lá porque o cargo era jeitoso, mas provavelmente nenhuma cláusula dizia que ele tinha de trabalhar.

Louco said...

comentário com fundo verdadeiro mas ainda assim cheio de imprecisões e demagogias que não deviam ser aceites em alguém com tantos anos de política e governo.
para não ir mais longe, até eu sei que os institutos públicos não são todos eles totalmente dependentes do estado, nem tão pouco o são as empresas públicas (ao contrário do que é referido pelo anão).
Ambos podem possuir relativa autonomia desde que para tal apresentem um certo racio entre fundos obtidos de forma independente e fundos gastos.

Francis said...

a este só lhe dou o mérito de não ter reconduzido o isaltino.

Salvador said...

Quantas reformas terá já este gajo?