Wednesday, January 05, 2011

9 7 1 0 5 3 9 9 4 0 0 9


É. Dizem que é o buraco do BPN.

Repitam comigo,
( NOVE-MIL-SETECENTOS-E-DEZ-MILHÕES-DE-EUROS )
Eu nem sei o que dizer. Primeiro não consigo imaginar tanta massa, depois não consigo perceber como se faz um buraco destes, ainda para mais num Banco, onde supostamente estão uns gajos bué inteligentes frente a uns monitores catitas a ver numeros a subir e a descer constantemente e em stress permanente. Depois há aqueles senhores sentados nuns grandes escritórios, rodeados de mobilias do tempo da outra senhora, livros raros, obras de arte carissimas, que deviam andar distraidos a criar off-shores, a passear de carro com motorista, a usufruir de grandes almoçaradas de 2.000€ - para imitarem os americanos que gastam isto só no vinho - a contratar amigos, a viajar em jet's privados, enfim a curtirem à grande e à francesa. Isto tudo alegadamente, claro. [O meu advogado diz para colocar sempre o alegadamente.]
Parece que o grande problema desta coisa é o dinheiro que a Segurança Social lá tinha -também faziam over-nights, investiam o nosso dinheiro e foderam-se, ou mais concretamente fodemo-nos nós, topam ?
E só prenderam o Oliveira e Costa ? Parece que não era grande espingarda, tinha as coisas em nome da mulher. Aprende com o Rendeiro, que tinha tudo em nome de um off-shore.
Isto tudo, alegadamente. Alegadamente. Topam ?
Repitam comigo,
( NOVE-MIL-SETECENTOS-E-DEZ-MILHÕES-DE-EUROS )
Outra vez,
( NOVE-MIL-SETECENTOS-E-DEZ-MILHÕES-DE-EUROS )

9 comments:

Cat said...

Sei que é feio, mas a mim só me ocorre dizer: Foda-se!

ups, já disse.

Francis said...

cat, foda-se mesmo.
bem vinda aqui à loja.

Roberto said...

Infelizmente, o Oliveira e Costa não está nem nunca estará preso.
O processo não vai dar em nada.
Ninguém será preso ou sequer incomodado.
Há muito que toda a gente sabia das falcatruas do BPN e ninguém fazia nada.
A única diferença deste caso em relação a outros é que este se tornou público e é muito de uma vez. De resto, somos constantemente roubados.
É o país que temos.

Quanto ao alegadamente, não é necessário utilizar quando não se diz um nome.
Não podes dizer, por exemplo, que o Dias Loureiro é gatuno. Tens que dizer que o Dias Loureiro é alegadamente gatuno.
Este nome saiu-me por mero acaso, pois, como todos sabemos, o Dias Loureiro não é gatuno.
Eu e tu é que somos.

Francis said...

roberto, pois eu e tu, tu e eu...

o Oliveira e Costa não está preso ?

Pulha Garcia said...

Tal como o Roberto eu também acho que o processo nunca vai dar em nada. Mas as minhas questões, na qualidade de cidadão, não acabam aí:

Por exemplo, o que é que o Constâncio, responsável máximo pelo Banco de Portugal, entidade reguladora do sector em nome de todos nós, andava a fazer? Foi aldrabado repetidas vezes por aqueles que tinha obrigação de fiscalizar, um absoluto incompetente que causou aos contribuintes Portugueses um dano gigantesco (pago com dinheiro que não vai para escolas, hospitais, etc) e ninguém fala disso?!!!!

Alguém acredita que se o otário do Constâncio fosse de outra cor política teria sido responsabilizado pelas almoçaradas todas que andou a fazer com a malta da banca em vez de os andar a controlar? A cultura da irresponsabilidade, incompetência e compadrio tem que ter consequências.

O povo, esse é sereno. Continua a votar Sócrates ao mesmo tempo que alinha nas greves gerais.

Roberto said...

Sábias palavras. Assino por baixo.
Só te esqueceste de dizer que o Constâncio não só não foi penalizado como inclusivamente foi promovido.

Por acaso acho que não tem nada a ver com as cores políticas: nestas horas mais difíceis unem-se todos e, independentemente das cores, protegem-se uns aos outros, estejamos a falar de BPN's, submarinos ou o caraças.
Aliás, o episódio BPN envolve várias cores e o próprio PR.

Francis said...

Sim, concordo pleanamente. O Constâncio foi um dos maiores incompetentes e lambe-botas que por aí andou...

Anonymous said...

Pessoal, o buraco do bpn é muito menor! O que se está a passar é que o bpn está a ter as costas muito largas e vai servir para lavar todas as merdas e mais algumas (tipo fodido por 1000, fodido por 10.000, milhões claro!)
cp

Francis said...

cp,
então oficialmente eles dizem que é 3 mil milhões, o estado já lá colocou, dizem, 5 mil milhões, mais a cosmética contabilististica, olha que que não deve andar longe.
será que eles têm alguns activos de interesse para vender ?