Wednesday, September 07, 2011

E tu és... quem?

Tenho vários hábitos matinais, um deles é ver a Banca de Jornais no Sapo. Hoje como acordei especialmente bem-disposto decidi clicar no separador "vidas", e encontrei isto...





Ora, tenho umas quantas dúvidas para os modelos de capas de peixeiradas:
- Tu és quem?
- Fizeste o quê?
- A tua vida interessa aos outros porque... ?
- Já agendaste o choro a lastimar a devassa que a tua vida privada levou?

Há quem coloque o ouro no prego e há quem se coloque no prego, por falta de bens maiores vendem o que consideram de mais precioso: eles próprios. Eu, Agostinho, que sou picuinhas admito que isto me faz uma certa urticaria calhando porque nunca fiz nenhuma capa de revista, calhando porque nunca escrevi um livro patético a contar os meus traumas, calhando porque sou invejoso e gosto mesmo é dos que se metem a jeito para eu cascar nos bichos.

A utilidade deste circo mediático (??) é simples: esta gente é gente altruísta que assim demonstra o seu bom fundo. Não? Notai... Onde vejo o consumo destas revistas é em cafés, salas de espera e cabeleireiros. Portanto estas criaturas são pessoas que se predispõem a contar as suas misérias para entreter as horas mortas do comum mortal. Acham mesmo que era por eles gostarem tanto de aparecer como eu gosto do Glorioso? Deixem de ser maldosos!

Se isto não é ser altruísta então não sei o que será!

12 comments:

Malandrão said...

Agostinho: isto é muito raro - decepcionaste-me !
No dia em que o Lula da Silva veio a Portugal almoçar no maior monumento nacional e juntar-se às pessoas mais importantes em Portugal (tendo aproveitado, já que cá estava, para se encontrar com o Presidente e com o Primeiro-Ministro), tu, em vez de dedicares um dos teus brilhantes posts ao tema, dedicas-te às revistas mundanas ?

Já agora, confesso que li a primeira revista que apresentas. Dá para perceber na perfeição a podridão da relação entre o Carlos Cruz e a sua ex-mulher, seja lá ela quem for. Separaram-se a bem, sem dramas, continuam muito amigos, ele está inocente e tal e coisa e ela publica um livro sobre a vida intima do casal ... sem o mostrar antes ao ex-marido.
Entretanto, claro que ela, carente que deveria andar, sabe-se lá porquê, já se dedica a partir com outro.

Agostinho o Charmoso said...

Malandrão, para que conste tu sabes por acaso quem foi o chauffeur do Lula? Pois eu digo-te: fui eu. É. Toma. Pumba. Vai buscar.

De facto ele conheceu gente muito importante (grato pela elevada consideração em que colocas a minha família!), a minha Goreti fez um cozido de trás da orelha que o tipo até lambeu as beiças e pondera alterar o nome de Lula da Silva para Cozido da Silva. Acho bem, visto ser um nome muito mais viril!
Falei-lhe do problema que tenho no Brasil (os 19 filhos não reconhecidos) e o gajo garante que bota um cunha com a Dilma! Arrematou o cozido com um medronho feito no meu quintal e ao fim do dia já falava português sem acordo ortográfico! O medronho bateu tão bem que o tipo começou a dar umas "cantadas" na minha sogra... cheira-me que a velha vai tirar as teias.

Posto isto, será que posso lançar um livro a contar esta minha experiência?

Malandrão said...

Agostinho: hoje levaste o Lula a almoçar adonde, conta lá ?

Agostinho o Charmoso said...

O gajo queria o Eleven, e eu disse "Eh pá não que isso é só paneleirices lá ao lado e tu podes gostar!". Depois queria porque queria ir ao chinês do Casino Estoril e eu lá lhe disse "Deixa-te de merdas ó Lula que está um sol do caraças e eu agora não vou para o Estoril!". Vai daí eu disse-lhe "Lula pá, ou espeto contigo no McDonalds ou vais a minha casa ver o que é bom pra tosse". Passou-lhe a gripe toda.

Estás a colocar em causa a minha qualidade de guia turístico?

Malandrão said...

Agostinho, acorda, pá, ou tenho que te dar umas galhetas.

O Lula almoçou no Estádio da Luz !!!!
Deram-lhe uma camisola com o nº. 4 do Luisão e o nosso Presidente ofereceu-se para, com a sua experiência e seriedade à prova de bala, ajudar o Brasil na organização do Mundial de Futebol.

Agostinho o Charmoso said...

Olha lá ó Malandrão, tu por mero acaso sabes a minha morada? Sabes?

Anda cá pra levares as galhetas que precisas, sacana do tipo. Eu moro no Estádio da Luz. Rói-te de inveja.

Agostinho o Charmoso said...

Ps) Porque o lar é onde mora o coração. É. Pumba.

Podes anotar.

Malandrão said...

Ai moras lá, é ? a nova águia é o teu animal de estimação ? então vê lá se a educas a aterrar onde deve, para ver se deixa de fazer figuras tristes

Agostinho o Charmoso said...

Ela tinha o gps avariado ó Galheteiro!
Que raio de benfiquista és tu que não tem carinho pela bichinha? "Ah e tal defender os touros é comigo mas a sacana da águia fez figuras tristes".

Joelhinho em cima do milho e cinco chibatadas nas costas para voltares a ver a luz.

rosaamarela said...

Pelo amor da Santa, gostei do texto e da vossa troca de palavras, mas NÃO das capas..

sorry

Agostinho o Charmoso said...

Bom dia Rosa Amarela! Isso é uma prova de inteligência e bom senso, nunca altere esse gosto!

Um beijinho para a menina

mfc said...

O novo compêndio de História do Mattoso!