Friday, September 16, 2011

Opiniões sobre coisas fúteis mas que são o nosso mundo.

Ponto prévio; Eu também preferia casar-me na Paróquia de A-das-Cunhadas e fazer o copo d'água no Mira Sôr. Foda-se que a felicidade é que conta. E o dinheiro, e a beleza, não contam para nada. Ah e se fosse possível, que as fotos do meu casamento fossem exclusivas da Destak. É, foda-se a malta dos comboios e das filas dos semáforos a espumarem de inveja.
Dito isto vamos ao que interessa. Números, caralho, o meu negócio é números.
Bernie Ecclestone casou a filha. O nome dela não interessa pois se não fosse o Pai, ela não tinha onde cair morta. ( ao contrário do Cristiano Ronaldo ).
Casou-se no Castelo Oderscalchi, sim, onde se casou o Tom Cruise a Songa Monga. Estes são giros, pá. São de Hollywood. Custou 6 milhões de euros. Sabes quanto é ? Eu não. ( O Cristiano Ronaldo ganha isto em 10 meses. ) Pagou 350.000 pelo aluguer do Castelo. 1.500.000 para ter os merdosos dos Black Eyed Peas a cantar. Foda-se, no comments. 600.000 para o David Guetta, o DJ. ( isto interessa-te ó malandro ). O vestido 100.000. Os cromos que cantaram o Avé Maria de Schubert, 140.000. ( esta confesso que me toca, pois também me calhou, mas foi à borla, foram os gajos lá da Igreja em Oeiras. O carro, um Rolls Royce, onde ela chegou era conduzido pelo Jean Alesi. (Eu também fazia isto se quem conduzisse fosse o François Cevert.) Foi recebida no copo d'água pelo Andrea Bocelli. A primeira música foi tocada pelo Eric Clapton, à borla pois é amigo do peito. (Do pai, não dela). Ela tem 22 anos, isto acho relevante.
Portanto, Tano Naldo, foda-se gasta o que te apetecer a comer as Paris Hiltons deste mundo, a queixares-te que o Messi(um grande jogador), mais o Barcelona, são levados ao colo pela UEFA, mais esse nojo de Platini...dá-lhes Tano. Para seres perfeito era só mandares o Jardim à merda e marcares 5 golos ao Benfica no Estádio da Luz. E voltares ao Sporting. Isso.

Sigue Sigue, no tira no tira.

16 comments:

Malandrão said...

Eu também prefiro os gajos que sobem na vida, por muito pouco que seja, a pulso, como foi o meu caso.

Mas, devo confessar, não tenho nada contra os pais que, porque têm dinheiro e afecto pelos filhos, lhes resolvem dar o que quiserem ou ajudar. Tu tens ?

Francis said...

Não, nada.
Mas custa-me que se diga mal a torto e a direito de um puto que tudo fez para estar onde está. E se ele disse o que disse, eu acho que ele tem toda a razão do mundo. Toda.

Malandrão said...

Estou mais descansado.
Deixa lá o pai oferecer à filha o que quiser, não é o facto de ter um pai rico que a torna pior pessoa do que o Ronaldo, certo ?

Eu prefiro pessoas mais modestas, mais simples, menos arrogantes, mais Messi menos Ronaldo, mais Guardiola, menos Mourinho. é o meu feitio.

Sempre ouvi dizer que os elogios em boca própria são ofensas.

Mas, como dizes e bem, cada um tem direito à sua opinião.

Francis said...

é precisamente essa conversa que me enerva. havíamos nós de ter uns valentes milhões e logo se sabia a música que dançávamos, pá.

Malandrão said...

Se te "enerva" mesmo, obrigas-me a repetir:

"Eu prefiro pessoas mais modestas, mais simples, menos arrogantes, mais Messi menos Ronaldo, mais Guardiola, menos Mourinho. É o meu feitio."

Francis said...

ainda bem que assim preferes. cliché, mois aussi.

Abobrinha said...

Estou com o Francis: a modéstia é um estilo próprio, o mérito já não. E se se tem mérito, não vejo nada de errado em apregoar a quatro ventos.

Como não me faz comichão nenhuma que um tipo que eu não conheço esbanje milhões quando aqui a parolinha faz um post em que insinua (tadinha de mim) que um carro de € 120 000 poderá eventualmente ser caro.

Voltando ao Cristiano Ronaldo, acho estranho chamar burro a um tipo que sabe jogar como ele sabe e que geriu a carreira como geriu. Não vejo toda a gente com muitas vezes a cultura dele a fazer o mesmo nem sequer parecido: é um exemplo, em certo sentido. E acho o máximo que ele se esteja a cagar completamente para o que pensam dele (com pequenos desabafos em sentido contrário, como o do post anterior).

Malandrão said...

E tb confesso que os metrossexuais, brinqinhos, marcas e marcas e marcas, penteadinhos e merdinhas assim me irritam profundamente. Lá está, são feitios.

Abobrinha said...

E não és obrigado a gostar: somos todos diferentes, não tem mal nenhum.

Francis said...

thanks pumpkin.

pussy, também não gosto dessas coisinhas.

Malandrão said...

Bem, então se não sou obrigado a gostar, fico mais descansado, pronto.

Malandrão said...

De qq maneira, Abobrinha, se me permites discordar de um aspecto presente no teu raciocínio, eu acho que podem existir pessoas com muito mérito que, como "estilo próprio", mantêm a modéstia. Tu dizes que, se tem mérito, nada vês de errado em apregoar aos quatro ventos.
Eu nada vejo de certo ou sequer de necessário.

Faz-me sempre lembrar aquele senhor que achava que era muito inteligente mas ninguém sabia ...

Outro dos problemas dele é que, ao contrário do que dizes, não se está a "cagar completamente para o que pensam dele". O caso dele é precisamente o oposto.

Para finalizar, num ponto, porém, estou de acordo contigo: o Cristiano Ronaldo é um exemplo.

Um péssimo exemplo.

Abobrinha said...

Malandrão

Só discordamos no facto de o Cristiano Ronaldo ser um péssimo exemplo. Há pessoas modestas e pessoas que não são modestas, sendo que o visado pertence ao segundo grupo e eu (regra geral) ao primeiro. Mas não obrigo ninguém a ser como eu.

Pulha Garcia said...

Francis, pá, engraçado como mesmo a escreveres um post sobre gastos de casamentos ainda foste a tempo de piscar o olho ao Estádio da Luz... por vezes aqueles que menos gostam são aqueles que mais queriam, pá. Nunca é tarde.

Malandrão said...

Bem, então sendo assim parece que afinal estamos de acordo em quase tudo.
Não contava com essa, não estou habituado.

Agostinho o Charmoso said...

Está giro. A filha do Bernie não tinha onde cair se não fosse o pai, e a família do Cristiano Ronaldo não tinha onde cair mortinhos se não fosse o puto prodígio. So what? É por se gostar ou admirar alguém que se deixa de lhe constatar os defeitos?