Sunday, October 30, 2011

Dicionário do português e seus hábitos - #2


Autocolante – Forma simples e prática de comunicar algo.

Já repararam como o português adora um autocolante?

O tipo compra um Porsche 911 branco (sim, o português também adora comprar carros brancos. Nada como parecer que tem um carro “de empresa”), e o que é que ele faz mal sai do stand? Pára na primeira loja que ele sinta que vende autocolantes para automóveis. Entra confiante e sai transpirando orgulho. Caraças, que a criatura comprou um autocolante de forma oval, na metade esquerda a bandeira nacional na metade direita um “P”. O único defeito do autocolante é não tocar o hino nacional quando o sol o aquece, mas aquele cidadão português vai inventar isso!
Link
O fenómeno do autocolante piora após o português ter filhos. Alguns ainda têm autocolantes com o Vitinho (lembram-se do Vitinho?)! Outros já possuem no seu possante um autocolante com um personagem mais actual, todavia a mensagem é a mesma: “Bebé a bordo”. Hoje vi um vidro onde estavam três autocolantes com esta mensagem. Qual é a ideia? Simples. O vidro traseiro não é um vidro, é tão somente uma caderneta de cromos na qual habitam autocolantes com bonecos infantis e mensagens estranhas. A mística em torno destes “cromos” é tão grande que os seus possuidores acreditam que apenas por os ditos autocolantes lá estarem quem segue atrás deles vai ser mais cuidadoso ou então não leva com riscos no carro. Uma sugestão, meus queridos, colem esses autocolantes na parte interna da pála que visa proteger da luminosidade excessiva. É. Ninguém mais do que vocês tem de ter cuidado durante a condução por ter um “bebé a bordo”.

Frigorífico novo? Autocolante nele!

Natal? Autocolante com o Pai Natal em todas as janelas da casa que os vizinhos têm de invejar o nosso espírito natalício!

Há greve? Onde é que estão os autocolantes do sindicato, pá? Sem autocolante não há greve!

Sabem porque motivo os portugueses andam a contribuir menos para as campanhas de solidariedade? Porque na contribuição os gajos não dão um autocolante. É. Vide a campanha da Liga Portuguesa contra o cancro, a malta contribui porque mesmo que dê apenas um cêntimo sabe que vai receber um autocolante para usar na lapela. E o impacto que isso causa? “Caraças pá, aquele gajo contribui... e já tem o autocolante com o novo logótipo!”.

Quem quer levar o português à certa é prometer-lhe um autocolante. Aposto que o nosso PM amanhã anunciar que os salários vão passar a ser pagos em autocolantes a greve de 24 de Novembro é desconvocada.

No comments: