Wednesday, October 12, 2011

A vida está boa para alguém? Sim!


Para quem é que a vida está boa? Para os ciganos!

Longe vão os tempos em que nascer na etnia cigana era considerado como algo menos positivo. Actualmente mais vale nascer cigano do que em berço de ouro. Porquê?

- O cigano é o único sujeito em Portugal que leva a família para dormir no jardim em frente à câmara municipal e dois dias depois tem uma casa ao preço da banana.

- O cigano é o único sujeito em Portugal que nunca é acusado de má-educação. Ninguém diz que um cigano é mal-educado, quando muito diz-se "Pronto é cigano".

- O cigano é o único sujeito em Portugal que pode tratar as mais altas figuras do estado por tu, mandá-los à merda e cuspir na cara dos ditos sem ser preso ou pelo menos levar um murro dos seguranças e com sorte ainda lhe pedem o nome para receber uma comenda.

- O cigano é o único sujeito em Portugal que ao ser pai não só ele pode entrar na sala de partos como ainda entram os outros 49 primos... ah e a garrafa de vinho rosé.

- O cigano é a segunda maior causa de arrependimento da compra de casa, em Portugal, a seguir às variações eu Euribor. "Eu comprei uma casa no centro da cidade com vista para o Pingo Doce, agora tenho um bairro social em frente. Se eu soubesse..."

- O cigano é o único sujeito em Portugal que chega a uma repartição pública grita, dá um tiro no tecto e tem os funcionários todos a lamberem-lhe o rabo. Se alguém que não seja cigano fizer isto dizem logo: "Este deve ter estado no Ultramar..."

- O cigano é o único sujeito em Portugal que se pode sentar no lugar destinado aos velhos no autocarro que ninguém pia! Qualquer outra pessoa que ocupe tal lugar e tenha menos de 100 anos de idade leva uma bengalada.

- O cigano é o único sujeito em Portugal a quem não se diz "Que é que foi? Queres apanhar?" (vá... quase... a minha avó diz. Em abono da verdade a única vez que vi um cigano com medo foi quando a minha santa avó se pegou com um.)

- O cigano é o único sujeito em Portugal que aproveita uma rusga da ASAE para vender coletes dos gajos falsificados, e com sorte os agentes compram.


Ser cigano já não é pertencer a uma etnia, ser cigano parece ser um estatuto. Não se faz nada, não se diz nada que eles são excluídos pela sociedade malévola... Que os assalta, explora, não os deixa vender armas, não os deixa ter rendas patéticas (e convém que sejam patéticas porque manter um parque automóvel - como eu já vi - de uma bairro social é mais caro que o da Quinta da Marinha).

Sugestão do dia: se tem uma ourivesaria não faça seguro nem mande instalar um alarme, adopte um cigano! Porque o cigano é o único sujeito em Portugal, nos dias que correm, que carrega quilos de ouro ao pescoço e ainda não foi assaltado!

O cigano é que está bem para o país que temos e mantemos. É.

Ps) Podem chamar-me racista ou xenófoba. Caguei.

28 comments:

Boop said...

Bom dia Irritadinha!
Um dia estava eu rodeada por ciganitos e uma pirralha de 2/3 anos cospe-me!
A minha reacção imediata (não pensada) - dei uma palmadinha na boca da menina e disse "Isso não se faz". E não é que vi de repente uns 10 miúdos de 5, 6 ,7 ,8 anos a levantarem-me o sobrolho!?!
A Boop disse logo - "Alto e pára o baile que quem manda aqui sou eu!
Era o que mais falta!

Mas também percebi o desamparo daqueles miúdos - as angustias não contidas, a precariedade de todos os afectos que os cercam...

(resultado de 6 anos de trabalho com os ditos...)

Irritadinha said...

Bom dia Boop!

Eu compreendo que eles têm uma cultura e regras próprias, mas quer dizer... também se inserem na nossa cultura, na sociedade, no dia-a-dia. Não vivem propriamente isolados do mundo... Não é? :)

Boop said...

Claro!
E os que se integram verdadeiramente deixam de ser "ciganos" para nós...

Mas já viste algum cigano com um olhar feliz?

Irritadinha said...

Nem mais, tenho um colega que pertence à etnia cigana - e como se costuma dizer - nem parece. Sou integrar-se. Substituiu o "nós contra o mundo" pelo "nós com o resto do mundo".

Diria que até o conceito de felicidade deles é diferente do nosso :)
Têm uma vida completamente diferente. As raparigas aos 16 anos, na sua maioria, já têm o noivo escolhido (e logicamente eles também se encontram debaixo deste determinismo). As mulheres trabalham mas ainda são eles quem mandam e têm a última palavra. Pautam-se sempre por uma série de normas antigas. Não sei se são boa ou más, não tenho idade, sabedoria ou moral para criticar isso.

Mas sem dúvida que têm uma dinâmica de grupo interessante :)

Francis said...

boa malha, irri babe.


bom dia meninas.

Irritadinha said...

Obrigada primo :)

Bom dia!

Boop said...

Bom dia Francis!
O que achas das ciganitas, tu?

Aos 16?
Muito antes disso!
Aí já são moças parideiras!
Nós costumamos brincar a avaliar o nosso trabalho (que aconteceu entre 98 e 04 +/-) a contabilizar quantas das meninas da altura ainda não são mães!

Francis said...

são uns gajos sui generis :)

Irritadinha said...

E se não forem boas parideiras... ai, ai :)

Boop said...

E a merda da consanguinidade!?
Só da problemas!

:)

Bom bom é ser rico!
Seja onde for, em que altura for, o bom mesmo é ser rico!

Irritadinha said...

"Francis said...

são uns gajos sui generis :)"

ahahahahahah pareces o meu sogro pá, "O que vier morre".

Irritadinha said...

A consanguinidade é boa para dar trabalho ao geneticistas!

Acho que há uma coisa melhor que ser rico ou cigano... saber ler nas entrelinhas como as massas se movem e depois agir. Que tal?

Boop said...

Isso e ser rico ao mesmo tempo!
Ahahahah

Irritadinha said...

Está bem visto, ter os dois tipos de riqueza ao mesmo tempo é bem que só uma ahahahahahah

Ao menos os Amish vivem no meio do monte só dão tiros uns aos outros!

Boop said...

E não roubam nada a ninguém!
Moral rígida a deles!!!!!
Já a dos ciganos....

Francis said...

espera espera, alto e pára o baile.

tu disseste " o meu sogro " ?
tu disseste " o meu sogro " ?

Conta-me lá esta história bem contada, sff.

Irritadinha said...

serão os rigidos valores da Europa de outros tempos?

Francis said...

estou à espera, não sei se já percebeste ? queres que te faça um desenho ? vá, não tenho o dia todo.

Irritadinha said...

o meu sogro austríaco, primo. Enganei a mãe e o pai dele e eles ainda de telefonam no aniversário e natal, uma vez sogro para sempre sogro!

Francis said...

ah bom, na Áustria também à essa expressão, tudo o que vem à rede é peixe ?

Irritadinha said...

muito se aprende vindo a Portugal. Meu bem. Mas se quiseres ainda tenho um segundo sogro, pai da minha alegada namorada. Bate lá esta.

Francis said...

eu tenho uma data deles, não te metas nisso.

Irritadinha said...

Dado.

Boop said...

Ahahah
Antes sogros que sogras!!!
(é tudo o que eu tenho a dizer sobre isto!)

Irritadinha said...

aquela era espirituoso. Certa vez pergunta-me se eu sabia que número de calças o filho vestia. Mães e sogras são catitas quando querem saber em que nivel está o namoro dos filhos.

dyphia said...

ser cigado é ir todos os meses trocar os cheques de 700 euros aos correios sem ter nunca trabalhado... este mes estive perto de me tornar a tua avo.. mas depois achei que ainda tinha uns anitos pela frente e mais valia aproveita-los

Irritadinha said...

é o que eu digo nascer cigano é melhor que nascer em berço de ouro. Em suma: ser cigano é ter uma série de pessoas a trabalhar para te sustentarem.

Di said...

Quando fores grande avisa que eu tenho bons amigos que irão gostar de estar à tua altura!ahahah

PS. A corda já está pendurada?