Wednesday, August 31, 2011

Os tugas são GIGANTES !

Condutores forjam avarias para burlar seguradoras


Há condutores que avariam os carros deliberadamente para não terem que pagar combustível e portagens no regresso das férias, do Algarve. Depois, accionam a assistência em viagem e fazem a viagem de táxi, à borla. As seguradoras já conhecem o esquema.

"São só dois ou três quilómetros na zona de Albufeira, mas devem ser o local onde, em percentagem, avariam mais carros em Portugal", disse ao JN o responsável por uma agência de seguros que tem uma carteira com várias centenas de clientes. O "fenómeno" não é novo mas este Verão tomou enormes proporções, quem fala dele nunca dá a cara.


ps)

Qual a maneira mais fácil de apanhar o Khadafi ???

Basta o Benfica mostrar interesse nele e o Pinto da Costa vai logo buscá-lo ...

O mau feitio




O mau feitio parece ser uma condição que afecta os humores da população mundial. Ser rabugento e mal humorado são algumas das suas características. Dependendo do interlocutor uma mera crítica, ou simplesmente não ir pelo que os outros querem já garante ao emissor o título honorifico de "mau feitio". Ou seja, o nosso bom ou mau feitio parece depender tão somente da sensibilidade dos outros.

Eu, Agostinho, fui diagnosticado com mau feitio. Ainda petiz já era rabugento e franzia o sobrolho ao que não me agradava. Aos cinco anos vinha no meu relatório de análises sanguíneas uma terrível conclusão: "mau feitio congénito".

Gosto da forma como a pessoa com mau feitio é encarada, "Já o pai era assim..." ou "É tal e qual o feitiozinho de merda do avô". Se calhar é.. ou se calhar é só mesmo aquela pessoa que está ali à frente que me está a lixar o juízo! Sempre de braço dado com esta terrível condição de saúde está o preconceito, segundo o qual, quem tem mau feitio não possuí sentido de humor. É quase como se gostas do sol não podes gostar de chuva, ou seja, uma anula a outra imediatamente. Mesmo que a criatura com mau feitio tenha sentido de humor os outros deixam de o entender. E neste momento já não sei se sou eu quem tem mau feitio se são os outros que andam um pouco ceguetas.

Por outro lado, a pessoa com mau feitio é sempre um alvo apetecível.
Vejamos: sabemos que há uma pessoa que tem muito, muito mau feitio e o que vamos fazer? Arreliar o tipo! Porquê? Porque tínhamos tempo. Depois choramos um bocadinho que o outro tem mau feitio e rematamos com: "Já com mau feitio a esta hora??".

Bem sei que o café da manhã é antes do almoço e que o chá é tomado pelas cinco da tarde, mas desde quando é que há horário para ter picos de mau feitio? Existe algum documento onde consta que só são permitidos ataques de mau feitios depois das 18 horas? Algum que os proíba pelas 6 horas da manhã?

Curiosamente... o mau feitio é sempre enaltecido, mas se o tipo com mau feitio tem o azar de num dia em que lhe corre bem a vida, sorri e conta uma piada o que é que o resto da cambada diz? "Desculpa a pergunta, mas... estás doente?".

Rabinho lavado com um tojo, não?

Porque sim. Porque o meu menino gosta. Porque eu gosta da Sofia.



E pronto. Porque esta merda é minha.
Sorte a vossa não me dar para colocar vídeos do Sporting. Sim, até eu tenho alguma noção da realidade. Pronto. Porque sim.

Tuesday, August 30, 2011

Amanhã vai haver mais uma "Grandiosa Corrida de Toiros no Campo Pequeno". Os principais cavaleiros presentes serão o João Moura Júnior e o João Telles Júnior. Aposto que os respectivos pais irão marcar presença nas bancadas, orgulhosos com as habilidades dos filhos.

Infelizmente, contudo, o mesmo não irá suceder com os pais do Teimoso Júnior e do Valente Júnior, que não poderão assistir à luta que os seus filhos vão dar.

Foram assassinados no fim da única tourada onde foram.

Mais uma jornada

O Sporting foi prejudicado pelo árbitro.
O Sporting perdeu.
O Sporting protestou contra os árbitros.
O Benfica foi prejudicado pelo árbitro.
O Benfica ganhou.
O guarda-redes vesgo Roberto encaixou 6-golos-6.
Foi uma jornada normal.

Mais a sério, tenho que fazer uma confissão: acho MUITO BEM tudo o que o Sporting está a fazer em relação à arbitragem (lamento, contudo, que o não tenha feito, por exemplo, quando o Ricardo foi buscar a bola ao fundo da baliza e não foi golo, ou seja, que não proteste quando é beneficiado).
Tenho muita pena que o Benfica não adopte semelhante conduta. Eu não gosto de ver nenhuma equipa prejudicada nem nenhuma equipa beneficiada, sejam elas quais forem (incluindo o Benfica). Eu só queria que os árbitros cometessem menos erros e, sobretudo, menos erros graves.

É por essas e por outras que acho que certos e determinados árbitros às vezes devem apanhar umas cabeçadas, para ver se aprendem. Estou certo que, depois deste fim de semana, o Francis está de acordo comigo ... mas que antes do mesmo não estava.

Monday, August 29, 2011

Era giro que...


... no mundo real as pessoas fossem tão solidárias como na Net.
Cada vez que sai uma petição, nem que seja para limpar o rabo à indigente do fim da rua, toda a gente corre cheia de entusiasmo a assinar. Foda-se sentem-se importantes. Afinal não custa nada, e fica-se com o nome gravado para a posteridade, com visibilidade para uma data de almas caridosas, que assim têm que contar quando chegam ao emprego no dia a seguir.

Simpatia masculina: o que é?




Define-se pela capacidade de um homem sorrir para a mãe enquanto olha para a filha dela.

Saturday, August 27, 2011

Os hospitais portugueses


Num determinado mês e dia do ano de 2008 entrei num hospital público português munido de análises e relatório médico atestando a existência de um determinado problema de saúde. Confesso, não tinha grande esperança que tratassem do problema lá, mas mesmo assim fiz a minha tentativa.

Uma senhora muito simpática recebeu a papelada necessária. Perguntei se tinha alguma coisa a pagar, e a resposta foi "Aqui neste hospital não se paga nada". Ok.

Passadas 5 semanas recebo em casa um carta informando que o meu problema de saúde não reunia os requisitos mínimos para que eu tivesse tratamento naquele hospital. "Ok Agostinho, segues para o privado", pensei eu. Na semana seguinte recebo uma segunda carta do dito hospital reafirmando que não seria lá tratado. São simpáticos, podia eu não ter compreendido a nega à primeira eles mandam a segunda a confirmar.

No dia 17 de Agosto do corrente ano chega a casa uma carta a informar-me que eu devia 4,50€ ao hospital que me deu a nega, mas que caso eu fosse isento bastava levar o documento a comprovar a minha isenção e não pagaria nada. O importante é que tinha 15 dias para pagar a minha divida para com aquela entidade ou aquilo seguia para o contencioso.

Admito que acho amoroso terem deixado passar três anos e uns meses sem me cobrarem nada e agora eu tinha 15 dias para pagar senão apanhava nas orelhas. Esta disparidade de tempos fascinou-me.

E se eu tivesse morrido? Sim, porque as pessoas morrem caso os tipos dos hospitais não se lembrem.
E se eu de lá pra cá me tivesse tornado utente isento? Em lugar do hospital lucrar 4,50€ ainda perdia o dinheiro do papel, envelope, tinta, carimbo e selo da carta da cobrança.

Se há algo a cobrar qual é a dificuldade em cobrar logo? É que 4,50€ aqui, 4,50€ ali em muitos utentes rapidamente cria um milhão que podia estar a ser usado para melhorar as condições do hospital e a qualidade da saúde dos seus doentes e nada...

Mas vá... se Fevereiro se pode dar ao luxo de ter mais um dia só de quatro em quatro anos os hospitais públicos também se podem dar ao luxo de só recuperar dinheiro de três anos e meio em três anos e meio.

Friday, August 26, 2011

Quer ficar no desemprego e não sabe como?

Este blog existe para auxiliar o público, não só com um elevado nível cultural como também no campo da auto-ajuda.

Vocês tem emprego e quer perdê-lo? Então está no sítio certo!
Se quer somente ser despedido está no sítio errado. Porém, se procura ser despedido com estilo, nível e ainda ter a hipótese de usufruir de 15 segundos de fama na internet... você está no sitio certo!

Aproveite estas dicas, não carece de agradecimento, foi de boa vontade!


Do you ?



Thursday, August 25, 2011


Mas onde é que eu deixei o numero de telefone dele ?

Isso é o quê ? Receitas culinárias ?



Unidose ? Principio activo ?

Congressos nas Caraíbas ? Tailândia ? Macau ? Argentina ?
Ah sei sei...pois, receita certa.

Apeteceu-me divagar um pouco.

Tuesday, August 23, 2011

As... oh pá as coisas!


Por vezes pá, a modos que me debruço sobre os assuntos. Acontece são tipo, coiso, vá... tão a ver?

Eu, Agostinho, acho sempre que as pessoas frustradas são como aquele vaso sanguíneo que origina as hemorróidas. O vaso sanguíneo está ali na sua vida aborrecida, que o gajo só vê passar sangue, e um dia decide dar o grito do Ipiranga e dilata-se porque tem ambição na vida, pronto, acha que tem estudos pra mais. Ora, em o gajo se dilatando ele expande-se para ver o mundo, em estando expandido o que é que o gajo vê? Nada! Ou foi dar ao intestino ou está coladinho ao olho do cu. Portanto as pessoas frustradas devem ser as hemorróidas da nossa sociedade. Digo eu. Patinam, patinam e não saem daquilo vai daí apreciam infernizar a vida alheia.

E falando em hemorróidas, qual é o problema das pessoas em acertar com a pronúncia da palavra? "Hamorróidas"? "Almorróidas"?

Monday, August 22, 2011

PlimPimPim


Tenho saudades de boa comida asiática. Tailandesa de preferência.
Também poderia enumerar uma data de outras coisas que tenho saudades, mas não tenho vagar para isso.


ps; Sou só eu que acho que o Manzarra é a versão masculina da Catarina Furtado ?

ps1; Cruzei-me com o meu menino Cláudio numa loja de conveniência na Estrela...ai que emoção, afinal ele existe. Aquilo é mesmo verdade, não é 3D.

Sunday, August 21, 2011

Quem é o gostosão aqui??

Sou eu claro! Quem mais havia de ser? Olaré. Agostinho este espectáculo de espécime masculino, este baluarte da beleza masculina é manequim! Pumba, vai buscar!



É verdade, clicai aqui meu povo!É muita emoção para um homem só, a sorte é que eu valho por dois.

Agora não inventem... quem é o gajo mais bonito da blogosfera quem é? Moi! Nem o Francis nem o Malandrão têm a honra de ter o frontespicio deles num site deste calibre.



Sou fã de anúncios - #1



Friday, August 19, 2011

O João "Pode Ser" Ferreira...

Fez birrinha, Toda a merda, leia-se Benfica e Porto, rouba com um descaramento invulgar, ah e tal somos grandes, quando o Sporting se queixa os gajos amuam. É a merda que temos que aprender a chafurdar.

E o Xistra, está com azia ? A Comissão de Arbitragem tem alguma coisa a dizer ?




Ah e tal, os outros meninos são maus, mãe.

O fenómeno Djaló...

Foda-se meu, deves ter uma pila muita grande e deves correr nos treinos atrás dos treinadores a prometer uma sodomização em 3D, só pode...ninguém que perceba um caralho, por mais pequeno que seja, de futebol, te põe a titular numa equipa. Nunca vi coisinha tão má como tu a jogar à bola. Está ao nível de um Hanuch. Mesmo um Kmet.

Wednesday, August 17, 2011

A mulher vs. a gaja

Bom dia a todo o auditório aqui presente assim como os das zonas adjacentes.

O mundo feminino divide-se em duas classes: gajas e mulheres.

Como distinguir? Verdade seja dita, nem sempre a distinção é fácil e óbvia, uma vez que as gajas conseguem mimetizar por algum tempo os modos e comportamento das mulheres.

A gaja é a marca branca das mulheres. Inicialmente a gaja até tem interesse mas a partir do minuto 30 a cassete vira e ela entra oficialmente no modo de repetição, é nesta altura que se decide se o aperto é assim tão grande que nos leva a aturar uma gaja ou não.
Ora no extremo oposto encontram-se as mulheres, não precisam ser estampas para captar a atenção dos outros, conquistam pelo encantador conjunto de características que possuem.

Teorias de lado, que isto cada um tem a sua em relação a gajas e mulheres há teste prático fabuloso para vocês fazerem e que distingue as gajas da mulheres.

Sugiram um jantar e aguardem a resposta:

- "Sim, vamos jantar fora pagas tu faço questão!" - Estão perante uma gaja. Toda e qualquer resposta que envolva referências a dinheiro são a marca de água que comprova estarmos diante uma gaja.

E qual é a utilidade deste teste infalivel? Ora, ora... Porque nem todos temos um nome que por si só é um teste/triagem entre gajas e mulheres. Se calhar não me expliquei bem.

Visualizai: o judoca João Pina apresenta-se a um espécime feminino...

- Olá, eu sou o João Pina!
- Pina? Sério? Oh pá então bora lá!

Quando ele obtém esta resposta já sabe que está perante uma gaja.

É uma questão de detalhes...

Monday, August 15, 2011

A surpresa do feriado

Nas últimas semanas junto ao restaurante ao fundo da rua está sempre sentado um homem no chão que possui um odor mais intenso a vinho que a adega cooperativa de Borba. De manhã ele está sentado à direita da porta do restaurante e de tarde já se senta do lado esquerdo da porta de entrada do restaurante.

Diz que não quer esmolas, porém ao lado dele tem um copo branco de plástico com moedas...

Hoje lá ia o Tinocas comprar um maço de pregos e ao passar pelo dito restaurante notei que lá faltava algo... O homem do costume hoje não estava lá sentado. Segui o meu caminho. Acabado de entrar numa pastelaria sinto um odor a vinho que estranhamente se tornou familiar. Olhei para o lado era ele. O homem que se senta no chão junto ao restaurante. A roupa era a mesma dos outros dias e estava a beber um café, um velho e fanfarrão morador da rua questiona: "Hoje não te sentas no chão a pedir vinho?". Após as gargalhadas de alguns ouve-se uma voz calma que responde: "Hoje é feriado".

É sempre curiosa a forma como o contexto influência e altera comportamentos.

Friday, August 12, 2011

Lingerie feminina

Gloriosos dias a todo o auditório aqui presente assim como nos arredores!

Estão bons?

Ora, se há coisa que afia o dente aqui ao je é a lingerie feminina! Ali nada é linear meus amigos! O fio dental é mais do que um mero elástico costurado que elas enfiam no rêgo do cu!

Só que a modos que a lingerie é como uma mulher bipolar: tem o lado bom e o lado mau. A escolha da lingerie pode apimentar ou borrar o mais belo quadro.

Se há coisa que me faz desanimar é ver uma mulher, na rua, com uma roupa branca ou mais pró transparente com lingerie branca ou - pior - preta, por baixo. Oh pá, é que tira-me o interesse todo. Em primeiro lugar dá, não só, um certo ar de vulgaridade como de desleixo. Depois é esteticamente foleiro. E por último, miquem comigo a cogitação aqui do menino, se eu já vos estou a ver a lingerie ainda vocês têm o sobretudo vestido qual é a minha motivação para vos despir, pá?

Palavra de honra a visão é de tal forma tira-tesão que nem me apetece desapertar-lhes o soutien com a língua!

Cá o Tinocas é um gajo sensível ao estímulo. É um gajo que aprecia algum mistério na coisa, e mesmo, na coisa em si - ou eu nela, é conforme o espaço disponível para a manobra.

Minhas flores, anjos caídos do céu atentem no que vos digo: tenham bom-senso a escolher a lingerie! Vós que gastais fortunas em roupa decidam-se: ou bem que sabem escolher a roupa de cima ou bem que sabem escolher a lingerie! Falhar nas duas é claramente pedir um patrocínio ao fabricante do Viagra ou estar à beira da cegueira ou, no pior cenário, idiotice.

Depois não digam que o Tinocas não é amigo.

Com os melhores, na certeza porém que o meu regresso será consumado,

Agostinho, o Charmoso

Monday, August 08, 2011

Sunday, August 07, 2011

Psst ó freguês, venha cá, por obséquio!

Olá!

O meu nome é Agostinho Teodósio e sou colaborador deste blog.
Sei que o nosso país atravessa tempos difíceis ao nível da cultura. Por isso compreendo que quando você, leitor, sabe que há algo de novo noutro blog queira lá ir. Mas, quando quiser ler a prosa dos três gajos mais bonitos da blogosfera, quando quiser ouvir música, irritar-se, aprender a abrir amêijoas com os calções pelos joelhos, conhecer os melhores pares de mamas e as nalga mais viçosas e rijas ou aprender como ir do Campo Pequeno para o aeroporto de Lisboa passando por Mafra ou tão somente receber um beijinho de um de nós os três... Você sabe onde nos encontrar.

Compare e veja por si mesmo, nenhum outro blog lhe oferece os quilos de sorrisos fresquinhos por dia que nós lhe propiciamos!

Dono da Loja, venha cá!

Ps) Eu tentei e até treinei este discurso em frente ao espelho mas não consigo ter o mesmo ar de sofrimento do gajo do Pingo Doce, pá!

Saturday, August 06, 2011

A falta de sensibilidade das forças policiais e a crise

Alegadamente (adoro usar palavras que estão na moda) estamos em crise. E em épocas como esta parece ser vital ter consciência das despesas onde pode haver cortes. Os nossos governantes alinharam na ideia e como tal a PSP está algemada e deitaram a chave fora.
Estacionam o possante da PSP numa rua e os problemas evaporam-se, é seguramente o que pensa qualquer pessoa de boa-fé inocente. Não há dinheiro para canetas, resmas de papel portanto para combustível menos ainda.

Compreendo e apoio as medidas, eles já não fazem grande coisa nas ruas mais vale ficarem quietos. Quem tiver problemas ou infringir a lei que se faça à vida e entre na esq
uadra mais próxima, caso a ocorrência seja de noite sejam simpáticos e produzam o menor ruído possível porque podem estar pessoas a dormir.

Ora ontem na Quinta do Mocho, Loures, os moradores estavam bem-dispostos e vai daí a malta foi para a rua fazer uma festa. Eu se for a uma festa cumprimento os amigos e conhecidos com beijos ou abraços, na Quinta do Mocho quando dois conhecidos se encontram há um tiro ou navalhada no baço. Mas é tudo com carinho e afecto. É uma cena cultural, topam? Uns são civilizados outros são mais expansivos!
Só que a PSP, por manifesta falta de sensibilidade, foi à Quinta do Mocho porque onde há fumo há fogo. E qual foi o resultado segundo os moradores? "A bófia veio cá só para estragar a festa!", maganos! Foi a PSP gastar combustível e chumbo porque não sabem interpretar os rituais de socialização daquela tribo urbana.

Então em que ficamos? Quando é para lixar as festas da população já não há crise? Mau... Ou comem todos ou não come nenhum.

E se a PSP arranjasse patrocinios? Imagem só a beleza que seria ver os carros da PSP com logotipos da BP ou Galp... Para a alimentação o patrocínio de uma cadeia qualquer de fast-food, e as fardas feitas pelo Nuno Gama. Que tal? Gostavam?

Friday, August 05, 2011

Grândola e o catano...Catarina.

Vivós Marafados, mô...

Dá-me música e chama-me Tarzan

Aqui o Tinocas é pau para toda a obra. E pese embora o facto de ser um gajo arrogante tenho o defeito de ser muito curioso e gostar de aprender.

Nunca entendi qual é o critério para alguém nos poder dizer "tens bom gosto musical" ou o oposto. No meu caso, dado ser um cromo do pior tenho cds com música clássica, outros de jazz, outros de rock, musica electrónica e até a chamada música ambiente.

Coisas da vida fazem-me ser um consumidor compulsivo de música chegando ao ponto de acordar a meio da noite e ter uma música na cabeça (e sim os gajos da Apple já me contactaram e querem comprar-me a patente por dois euros e quarenta e nove cêntimos).

Mas... como sou um sem vergonha de primeira oiço e conheço as letras de tudo o que seja música pimba. É. Quim Barreiros? Presente na lista! Quinzinho de Portugal? Ja memorizei as letras! E até sei que a Rosinha chupa e leva no pacote. Por outro lado tenho o mp3 recheado com músicas de Coldplay, Pearl Jam, Depeche Mode, Air, Art of Noise, Audioslave e até imaginem bem Led Zeppelin (aborrece-me escrever os outros artistas).

Posto isto afinal tenho bom ou mau gosto musical? E porquê?

E afinal o que torna alguém apto a criticar o meu gosto musical?

E se eu pintar as unhas de vermelho combina com o meu bigode?

E para quando um decreto lei atestando oficialmente que sou o gajo mais bonito da blogosfera?

Thursday, August 04, 2011

Eu cá gosto mais deste Hotel...Hotel Costes.

A propósito de férias, cá vai um dos meus hotéis preferidos


Esta é "a versão"

As férias

Qual a melhor forma de um algarvio saber se a época de férias começou? Existem dois indicadores infaliveis: o aumento de lixo nas ruas e a frase, batida, "Eu vim de Lisboa".

"Eu vim de Lisboa", é sem sombra de dúvida uma declaração soberba! Porque quem a usa pronuncia-a com a mesma convicção de um pavão que exibe as suas penas. És de Lisboa, e? Ah ok, era só uma frase a atestar a ignorância de quem a usa, uma espécie de triagem.

Gosto muito do típico lisboeta a passar férias no Algarve. Jura a pés juntos que detesta o Algarve, contudo, sempre que há fim-de-semana prolongado para onde vão? Algarve! Em plena região dos marafados, o lisboeta gosta de se destacar. Alcançam com notável brio o seu intento quer pelas bizarras combinações de roupa que usam como ainda fazem questão de falar mais alto que os outros de forma a que até em Marrocos se saiba que aquela alma veio de Lisboa!

Como identificar um lisboeta numa farmácia? É a pessoa que não tira senha, questiona se precisa aguardar pela sua vez e notando existem três pessoas antes dele para serem atendidas se vai embora sem comprar o que precisa.
E como os identificar num restaurante? Pedem um bitoque para três pessoas e no fim pedem para levar os restos porque o cão tem fome...

A maioria destes lisboetas decide poluir o Algarve com a sua presença tem um ar de: "Vergai-vos à minha passagem simples habitantes desta província, eu vivo em Lisboa! ".
Ah sim... eu referi "poluir" porque além da completa ausência de educação, formação e bom-senso deitam lixo para o chão como ninguém, e não possuem o mínimo poder económico. Ainda assim comportam-se como banqueiros e proporcionam boas gargalhadas.

Mas tenho de reconhecer... Alfaces murchas que tentam ser viçosas tratando os outros como atrasados mentais de facto são aves raras, fazendo lembrar um novo rico que nem conduzir sabe e já tem dois Ferrari na garagem.

Haja sentido de humor para lidar com estes seres especiais.

Tuesday, August 02, 2011

Tudo o que o Francis detesta e eu adoro

Para consumir BEM ALTO !

Guilty.


Tenho um fetiche com a Barbara Streisand. E não sei bem porquê também sempre gostei de Bee Gees. É. Incha. Sei. Coiso.

Demência acelarada...

Um gajo ter sonhos esquisitos com a Xana Toc Toc...é do catano.

Monday, August 01, 2011

Tio, onde andas tu caraças?



Esta foto é a do meu tio Manel. Há muito ano que não o vejo e o meu coração aperta-se de saudades tal como o estômago se cola às costas quando temos fome. O meu tio é o maior, não há pai para ele. Certa vez enamorado por uma moçoila e após declarar o seu afecto por ela recebeu como resposta: "Gosto tanto, tanto de si que não sei onde o coloque. Dá-me vontade de pô-lo na rua!". Tio Manel um quebra-corações como o sobrinho.

O meu tio é homem de barba rija, foi à tropa. E na tropa escreveu uma carta à mãe e outra para a namorada. Problemas de logística, vá-se lá entender, os fotógrafos estavam fechados e o meu tio só tinha uma foto para enviar. Vai daí rasgou-a: separou a cabeça do resto do corpo. Na foto o corpo estava como veio ao mundo: desnudo. E estava nú porque queria impressionar a namorada, o problema foi que enviou a cabeça à namorada e o nú frontal para a mãe.
Houve preocupação, Ti Gertrudes (mãe do tio Manel), ao ver a foto exclamou às vizinhas: "Ai meu querido filho que tem a barba tão grande e a gravata ao lado!".

Tio Manel foi trabalhar na Marinha como calceteiro do mar, foi o que disse no bilhete que deixou para a esposa e os 15 filhos.

A família nunca mais soube nada dele. A mensagem que vos queiro deixar é: se alguém o vir digam-lhe para voltar para casa que a mulher dele já morreu.

Um dos maiores escroques ao cimo da terra

Tenho muita pena mesmo que a Madeira faça parte de Portugal. A Madeira envergonha-me. Tudo o que há de mau no mundo existe em grau acrescido naquela ilha. Adorava que aquilo se tornasse independente.