Monday, July 16, 2012

Grande vencedor do prémio "são coisas que acontecem, para quê apurar a minha responsabilidade ?"

O presidente da Câmara Municipal de Tabuaço anunciou que não vai ser aberto inquérito às causas do acidente com um autocarro da autarquia que, no domingo, provocou um morto e 18 feridos no concelho de Boticas, "por não haver justificação".

João Ribeiro explicou, esta segunda-feira, à agência Lusa, que a autarquia não vai abrir qualquer inquérito, "para já", tendo em conta que o veículo estava em "perfeitas condições mecânicas", com "tudo em ordem".

O presidente da Câmara de Tabuaço sublinhou, por outro lado, que o motorista "é um homem com mais de 30 anos de experiência" e que "nunca tinha, até agora, tido um acidente", estando, como os restantes ocupantes do mini-bus acidentado, "a ser acompanhado pelos serviços da autarquia, inclusive por psicólogos".

Ou seja: correu tudo bem e de acordo com o previsto. Um veículo perfeito e um motorista perfeito.

Ninguém me tira da cabeça que a culpa foi da morta.



Alguma vez este gajo me havia de fazer rir:





1 comment:

Francis said...

Triste país o nosso