Monday, October 22, 2012

Nada é impossível neste país de merda

A notícia é a seguinte:

"Quando abriu e leu a carta registada enviada, há oito dias, pelo Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social, Carlos Ferreira, presidente da Direção do Sport Club Conimbricense, de Coimbra, ficou boquiaberto. A segurança Social falava numa suposta dívida de um cêntimo, por pagar desde 1990 e, 22 anos depois, exigia ao clube o pagamento de 93,35 euros (75,87 euros de juros e 17,47 de custas).
"Nós achamos que nada devemos ao Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social (IGFSS) e temos várias declarações da Segurança Social, nos últimos anos, a atestar que nada lhe devemos. De resto, só assim tem sido possível receber apoios de instituições públicas e inscrever atletas federados nas competições oficiais", afirma Carlos Ferreira.
O presidente da Direção do Sport Club Conimbricense garante que não vai pagar "rigorosamente nada", porque "nada se deve ao IGFSS", e só espera que os atletas e a instituição, com 102 anos, não sejam prejudicados.
"Temos dinheiro de uns subsídios para receber da Câmara Municipal de Coimbra. Só espero que a Segurança Social não se atreva a recusar a emissão de declaração de não dívida, caso contrário vamos ter problemas", afiança.
"Isto é sintomático da desorganização que reina na Administração Pública. A instituição que diz que lhe devemos dinheiro é a mesma que garante, por escrito, que nada lhe devemos. Dá vontade de rir, não fosse estar em causa o superior interesse dos 500 sócios de uma associação que tem 'dado cartas' no tiro, basquetebol, desportos de combate, futsal, jiu-jitsu, karaté e natação e que pela quinta vez consecutiva foi considerada a melhor escola de karaté do país", afirma Carlos Ferreira, acrescentando que uma das atletas do clube "foi seis vezes campeã do mundo de karaté".
"A carta do IGFSS é muito vaga. Não explica o que é que efetivamente não foi saldado. Só diz que não pagámos, em 1990, uma dívida que, na altura, devia ser de um tostão, dado que, há 22 anos, o euro não existia. Mas, independentemente de existir ou não dívida, o que acho fantástico é passar de um tostão para 93,35 euros", sustenta o líder do Sport Club Conimbricense."

2 comments:

Francis said...

o algoritmo está todo fodido.

Dr. Michael Grasses said...

Nós é que estamos todos completamente fodidos e os nossos filhos e netos ainda vão estar mais.